Saúde ocupacional - Hipertensão

A pressão arterial elevada é uma doença crônica presente na vida de aproximadamente 24,7% da população brasileira, é o que aponta a última pesquisa realizada pela Vigitel.

De acordo com o Ministério da Saúde, a hipertensão é, em 90% dos casos, uma condição herdada dos pais. Entretanto, é importante destacar que em algumas situações, os hábitos de vida do indivíduo são grandes responsáveis tanto pelo surgimento da doença, quanto pelo agravamento dos sintomas da mesma. Entre os comportamentos que contribuem para o aumento da pressão arterial, estão:

  • Tabagismo
  • Consumo de bebidas alcoólicas
  • Obesidade
  • Estresse
  • Elevado consumo de sal
  • Níveis altos de colesterol
  • Falta de atividade física

Além desses fatores, é de conhecimento comum que a incidência da doença é maior em diabéticos, pessoas da raça negra e também em pessoas mais velhas, afinal o fator idade é preponderante na maioria das doenças.

Mas afinal, o que é hipertensão?

Trata-se de um aumento da pressão que o sangue faz nas artérias do corpo e, como consequência, exige do coração um maior esforço para fazer o sangue circular corretamente pelo corpo.

Atualmente, algumas discussões que circundam essa temática têm apontado para uma relação entre hipertensão e trabalho por meio de estudos que conectam a exposição a fatores ocupacionais como agravante para o desenvolvimento de um quadro hipertensivo. Entre os fatores examinados o ruído se destacou como principal causa do distúrbio. Entretanto, segundo Andrade e Fernandes (2016) foi constatado que é necessário um maior aprofundamento no assunto para constatar algo em relação à problemática em questão.

Como a hipertensão afeta o trabalho

Uma das maiores dúvidas do empregador é como esta doença pode afetar a produtividade e o bem-estar do seu colaborador. Para entender melhor, basta observar os sintomas que a doença apresenta como:

  • Dor de cabeça
  • Falta de ar
  • Visão borrada
  • Zumbido no ouvido
  • Tontura
  • Dores no peito

Como consequência, um funcionário que não toma as devidas providências em relação ao seu tratamento, pode apresentar queda da produtividade e satisfação no trabalho. Além disso, é importante lembrar que, se não tratada corretamente, a doença pode evoluir para quadros ainda mais graves e, até mesmo, em morte. Segundo o Ministério da Saúde 388 pessoas morrem por dia no Brasil em decorrência do quadro hipertenso.

Fatores de risco - hipertensão na gravidez

Dentre os grupos que devem ficar alertas com a possibilidade de ocorrência de hipertensão estão as grávidas. É comum casos em que o feto libera proteínas na circulação materna que provocam uma resposta imunológica da gestante. O problema está no fato de que tal resposta agride os vasos sanguíneos causando vasoconstrição e aumento da pressão arterial. A pré-eclâmpsia, como é conhecida a hipertensão entre as gestantes é comum, mas quando não acompanhada de perto, pode evoluir para uma eclampsia, por isso a necessidade da gestante ter um pré-natal criterioso e sistemático.

Entretanto, como a empresa pode ajudar? Com o Analytics da 3fy, o médico da sua empresa tem todo o histórico das gestantes podendo acompanhar exames de pré-natal e oferecer uma assistência assertiva, procurando sempre aumentar o bem-estar do colaborador. Entenda melhor sobre o Analytics em nosso site.

A importância da atividade física

Cada vez mais, a atividade física é recomendada para portadores de hipertensão. A explicação para isto está numa camada que chama endotélio, responsável por revestir o interior das artérias. Esta camada produz uma substância chamada óxido nítrico que tem como função dilatar os vasos sanguíneos e assim, facilitar a passagem do sangue. Tal substância é produzida mediante atividade física e, com isso, o exercício pode auxiliar na redução da pressão arterial de 5 a 8 mmHg. 

Em suma, pode-se dizer que a hipertensão ainda que muito comum entre os brasileiros, reflete em situações ainda mais complicadas, principalmente na saúde do colaborador. Sendo assim, é extremamente recomendável um acompanhamento de perto dos trabalhadores procurando sempre oferecer o maior bem-estar. 


Categoria: Saúde, sinistralidade

Cadastre seu email e fique por dentro das novidades